ÁREA RESTRITA
 
 
Esqueci minha senha
 
DESTAQUES
 
 
 
 
CERTIFICAÇÃO DE ESPECIALISTA - FAQ
 
PERGUNTAS MAIS FREQÜENTES SOBRE O TÍTULO DE ESPECIALISTA
 

1)  Qual o conteúdo das provas?

As provas são divididas em 3 partes: geral, específica e oral. O conteúdo está descrito na regulamentação em vigor.

2) Quanto tempo os candidatos têm para responder às perguntas?

A prova geral tem duração de cerca de 3 horas e a específica de cerca de 4 horas, podendo variar um pouco de ano para ano.

3) Como é a prova geral?

A prova geral consiste de aproximadamente 40 testes de múltipla escolha sendo 20% de Medicina Nuclear, 20% de Radiologia Diagnóstica, 20% de Radioterapia e 40% de Física Geral. O número de questões pode variar um pouco de ano para ano. As perguntas são abrangentes como nos exemplos abaixo, retirados das provas de 2001, 2002 e 2003:

- Quanto aos radionuclídeos utilizados para exames diagnósticos em Medicina Nuclear, exceto exames de tomografia por emissão de pósitrons (PET), podemos afirmar que:

    a) São beta emissores de meia vida curta
    b) São gama emissores de meia vida longa
    c) Sãogama emissores de meia vida curta
    d) São beta emissores de meia vida longa
    e) Podem ser alfa emissores

- O principal acessório utilizado em radiodiagnóstico para minimizar a contribuição indesejável da radiação espalhada no filme é:

    a) Grade
    b) Tela intensificadora
    c) Colimador
    d) Ponto focal
    e) Processadora

- Uma máquina de raios-X opera com 100 kVp e com corrente no tubo de 5 mA, fornecendo uma taxa de exposição de 60R/min a 60 cm. Qual a taxa de exposição da mesma máquina, se a corrente no tubo for aumentada para 7,5 mA e a distância permanecer constante?

    a) 5 R/min
    b) 12  R/min
    c) 3600 R/min
    d) 0,08 R/mim
    e) 90 R/min

- Uma amostra radioativa tem 2,2 x 1010 átomos e meia vida de 2,3 horas. Qual é sua atividade?

    a) 30mCi
    b) 50mCi
    c) 25mCi
    d) 40mCi
    e) 10mCi

4) Como é a prova específica?

A prova específica tem duas partes: a primeira com cerca de 40 testes de múltipla escolha, a segunda com cerca de 5 perguntas dissertativas. O número de questões varia um pouco de ano para ano, porém o peso de cada assunto é rigorosamente seguido no valor das questões. Os testes representam de  75% a 85% da nota desta prova, ficando a parte dissertativa com 15% a 25% do total. As perguntas são elaboradas usando a linguagem corrente no país, cabendo ao candidato interpretar o significado dos termos e das abreviações consagradas pelo uso. Alguns exemplos dos últimos exames:


Medicina Nuclear

- Qual a atividade máxima permitida de 99Mo num frasco de eluato contendo 450mCi de 99mTc?

    a) 0,67mCi
    b) 0,15mCi
    c) 67,5mCi
    d) 150mCi
    e) 0,33mCi

- A eficiência geométrica relativa a uma fonte pontual de uma câmara acoplada a um colimador Pinhole:

    a) não depende da distância da fonte ao colimador
    b) aumenta conforme aumenta a distância da fonte ao colimador
    c) diminui conforme aumenta a distância da fonte ao colimador
    d) aumenta com o aumento da distância da fonte ao colimador somente para distâncias maiores que a distância focal
    e) depende apenas das dimensões do furo

- Explique o que é o efeito do volume parcial e seus possíveis efeitos na imagem. Indique como ele pode ser minimizado.

 

Radiodiagnóstico

- Em um teste de colimação, qual é o maior desalinhamento permitido entre as bordas do campo visual e do campo de radiação (segundo a Portaria 453)?

    a) 2 cm
    b) 2 mm
    c) 5 mm
    d) 5% da distância foco-filme utilizada
    e) 2% da distância foco-filme utilizada

- O tamanho aproximado de um arquivo de uma imagem digital de 2048x2048 pixels, sendo que cada pixel pode representar até 256 níveis de cinza, é:

    a) 67 Mbytes
    b) 33 Mbytes
    c) 1,0 Gbytes
    d) 3,3 Mbytes
    e) 6,7 Mbytes

- Descreva o esquema de funcionamento de um sistema de angiografia por subtração digital.

 

Radioterapia

- Uma câmara de ionização de placas paralelas será usada para fazer a dosimetria de elétrons de baixas energias. Essa câmara será calibrada por intercomparação com uma câmara de ionização cilíndrica previamente calibrada por um laboratório padrão. A intercomparação será mais precisa se for usado um feixe de:

    a) elétrons 6 MeV
    b) elétrons 10 MeV
    c) cobalto 60
    d) fótons 6 MV
    e) fótons 10 MV

- Considere dois tipos de feixes terapêuticos, um de fótons e outro de elétrons, a medida que se aumenta a energia do feixe de fótons e a energia do feixe de elétrons, a dose na pele para fótons e para elétrons, respectivamente:

    a) Aumentará, diminuirá
    b) Diminuirá, permanecerá igual
    c) Aumentará, permanecerá igual
    d) Diminuirá, aumentará
    e) Diminuirá, diminuirá

- Descreva como seria feita a calibração cGy/UM de um acelerador linear com fótons de 6MV de energia com profundidade de máximo a 1,5cm de profundidade. Considere que o serviço dispõe de um dosímetro clínico com câmara cilíndrica de 0,6cm3 à prova d’agua com fator de calibração em termos de dose absorvida na água e fantoma aberto com a possibilidade de variar a profundidade da câmara em água

5) Como é o exame oral?

    Cada candidato é examinado por 3 a 5 examinadores, dependendo da área escolhida. Cada examinador, encarregado de um dos assuntos do programa, faz algumas perguntas ao candidato. A critério do examinador, outras perguntas poderão ser feitas para melhor avaliação. O tempo de permanência do candidato com cada examinador é de cerca de 15 minutos. Como os examinadores são orientados a fazer o mesmo grupo de perguntas a todos, os candidatos são mantidos incomunicáveis após o início dessa parte do exame.

6) Como é calculada a média final?

    A prova geral equivale a 20% da nota, a específica a 40% e a oral a 40%. A média para aprovação é 7,0. Candidatos com nota maior ou igual a 6,0, porém menor que 7,0, poderão ser aprovados caso todos os membros da banca oral assim o entendam.

7) Quem calcula a média final?

    Apenas o Presidente da Banca tem acesso a todas as notas e faz o cálculo da média. Elas são lançadas numa planilha e as médias são calculadas. Somente após esse procedimento, os membros da banca têm acesso às notas parciais e final.

8) Os examinadores têm conhecimento das notas dos candidatos antes do exame oral?

    Não. Para prevenir qualquer tipo de julgamento antecipado, os examinadores não têm conhecimento das notas obtidas nas provas escritas. Também não há comunicação entre os examinadores durante o exame oral, portanto, as notas de cada examinador são mantidas em sigilo até a composição da média final.

9) Quem escolhe os examinadores?

    Os representantes da ABFM são escolhidos pelo Presidente da Banca, sempre entre sócios que já sejam especialistas. Excluem-se da lista de possíveis examinadores aqueles que trabalhem nos locais de origem dos candidatos.
    O CBR indica os seus representantes. Não cabe à ABFM qualquer tipo de interferência nessa escolha.

10) Quem prepara as perguntas?

    As perguntas das provas são preparadas por sócios especialistas de cada área. Em geral são convidados de 25 a 30 sócios para preparar perguntas. Entre esses sócios não há nenhum que trabalhe nos locais de origem dos candidatos. Cada especialista prepara cerca de 10 questões de temas variados, segundo orientação do Presidente da Banca. O número de questões obtido é cerca de 3 vezes maior que o número a ser utilizado na prova. Nenhum dos indicados conhece o nome dos outros especialistas selecionados pelo Presidente.

11) Quem seleciona as perguntas a serem colocadas na prova?

    O Presidente da Banca escolhe um sócio especialista que não tenha preparado nenhuma pergunta e lhe encaminha todas as perguntas recebidas. Cabe a esse sócio escolher as melhores perguntas, orientando-se pelo grau de dificuldade e pelo tema da questão. A prova segue rigorosamente a divisão de temas indicada na regulamentação, além de ter perguntas fáceis, médias e difíceis. A seguir, o Presidente encaminha a prova pronta para uma revisão final por outro especialista que ainda não tenha participado do processo, em busca de erros de digitação, imprecisão de linguagem, inadequação da pergunta, desequilíbrio de temas, etc.

12) Quem conhece o conteúdo das provas?

    Apenas o Presidente da Banca, o sócio que seleciona as perguntas e o revisor têm conhecimento das perguntas. Como o número de perguntas recebidas é bem grande, nem os próprios associados que elaboraram questões sabem se elas foram, ou não, aproveitadas.

13) Quem corrige as provas?

    O Presidente da Banca recebe a relação de respostas certas dos testes, já informada pelo sócio que elaborou a pergunta, conferida pelo sócio que selecionou a pergunta e revisada pelo revisor final. Cabe ao Presidente da Banca conferir o número de acertos das partes de testes de múltipla escolha para cada candidato.

    As folhas da parte dissertativa são numeradas para que não haja identificação do candidato. Essa parte da prova é entregue a um especialista que não tenha participado das outras partes do trabalho, selecionado pelo Presidente, que atribui notas de zero a dez, em folha a parte, para cada questão. A seguir, as mesmas provas são encaminhadas a outro sócio especialista para o mesmo procedimento, sem conhecimento das notas do primeiro examinador. As notas de cada examinador são comparadas pelo Presidente da Banca. As questões que tenham recebido avaliação muito diferente por parte dos examinadores, são encaminhadas a um terceiro sócio para conferência, sem conhecimento das notas atribuídas por seus dois antecessores. Somente então, o Presidente da Banca calcula a nota média da parte escrita da prova específica. Em geral, menos de 10% das questões avaliadas divergem em mais de 2 pontos entre os examinadores.

14) Quem define o local e as datas das provas?

        O local e as datas são sugeridos pelo Presidente da Banca ao Conselho Deliberativo que aprecia, modifica, se necessário, e aprova a proposta.

15) Quais os critérios para a escolha de data e local?

    Já foram feitas muitas tentativas e é difícil contentar a todos. No entanto, os candidatos das últimas provas têm sido consultados a respeito do assunto e a preferência tem sido pela realização das provas no local onde se realize um evento da ABFM, por exemplo, um Congresso, nos dias que o antecederem.

    A preferência também é pela realização da prova no primeiro semestre de cada ano.

16) Quem escolhe o Presidente da Banca?

    O Presidente da Banca é escolhido pelo Presidente da ABFM e ratificado pelo Conselho Deliberativo.

17) Quem elabora as regras para os exames?

    Toda a regulamentação dos exames, incluindo programa, bibliografia, composição da nota final, etc., é elaborada por uma comissão nomeada pelo Conselho Deliberativo. Uma vez concluída a proposta de regulamento, ela é submetida ao Conselho para votação. O Conselho poderá encaminhar a proposta para votação pela Assembléia Geral. Todos os associados estão convidados a encaminhar sugestões para melhorar os exames.

Em caso de dúvida, entre em contato com o Coordenador Geral da Prova, pelo e-mail: titulo@abfm.org.br

WEBMAIL
 
 
Dúvidas?
Esqueceu sua senha?
 
PATROCINADORES
 
ANUNCIE AQUI
 
NOVIDADES
 
 
Cadastre-se gratuitamente e fique por dentro das novidades da ABFM
 
 
 
ABFM - ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE FÍSICA MÉDICA - CNPJ 02.091.077/0001-40 - CAIXA POSTAL 6706 | CEP 90610970 | PORTO ALEGRE | RS