ÁREA RESTRITA
 
 
Esqueci minha senha
 
DESTAQUES
 
 
 
 
CERTIFICAÇÃO DE ESPECIALISTA - Radiodiagnóstico
 
ATRIBUIÇÕES DO ESPECIALISTA EM RADIODIAGNÓSTICO
 

A Radiologia Diagnóstica (ou radiodiagnóstico) é a área da física médica relacionada ao uso da radiação-X para a obtenção de informações anatômicas e/ou funcionais do corpo humano. As técnicas associadas à esta área utilizam tubos de raios-X como fontes de radiação e, em sua grande maioria, filmes para o registro das informações. Além dos filmes radiológicos são também utilizados sistemas de televisão e, em equipamentos mais modernos, sistemas de digitalização utilizando computadores.

Os físicos especialistas nesta área deverão possuir também conhecimentos sobre a física médica básica, bem como sobre técnicas associadas como a ressonância magnética nuclear e ultra-sonografia, além de radioproteção.

As atividades de competência dos físicos que atuam em Radiodiagnóstico incluem:

• Especificar e operar equipamentos como: sistemas radiológicos convencionais de uso médico e odontológico, equipamentos de fluoroscopia, mamografia, angiografia, cinefluorocoronareografia, radiografia odontológica periapical e panorâmica, tomografia convencional, tomografia computadorizada, processadoras manuais e automáticas de filmes radiográficos, câmaras multiformato e outros tipos de impressoras.

• Desenvolver e implementar programas para análise de aceitação, controle e garantia de qualidade nos equipamentos citados no item a).

• Administrar análises de rejeição de radiografias em departamentos de radiodiagnóstico, incluindo avaliação e otimização de custos.

• Operar câmaras de ionização e outros instrumentos que permitam avaliar condições de calibração de equipamentos de raios-X ou processadoras de filmes como medidores não invasivos de kVp e tempo de exposição, sensitômetros, densitômetros, termômetros de imersão, e outros.

• Conhecer aplicações clínicas básicas utilizadas em radiodiagnóstico convencional, e em técnicas especializadas como tomografia convencional e computadorizada, mamografia, e outras.

• Organizar programas de treinamento e formação de recursos humanos na área da radiologia diagnóstica, bem como apoiar o planejamento e participar em programas de residência médica, especialização e formação de técnicos especializados.

• Ser o supervisor de proteção radiológica na área de radiodiagnóstico.

• Realizar levantamentos radiométricos em salas onde estão instalados equipamentos radiológicos e propor métodos de otimização da proteção.

• Conhecer as normas nacionais e internacionais desta área, bem como participar de atividades para o desenvolvimento de textos normativos para radiodiagnóstico.


PROGRAMA DA PROVA DE RADIODIAGNÓSTICO


PESOS

• Radiologia básica: 30%
• Técnicas especiais: 25%
• Proteção radiológica: 20%
• Controle de qualidade: 15%
• Processamento de imagens: 10%


FUNDAMENTOS DE RADIOLOGIA CONVENCIONAL

• Equipamentos radiológicos convencionais;
• Produção de raios-X;
• Formação de imagens e contraste;
• Controle da radiação espalhada;
• Características e processamento de filmes radiológicos;
• Qualidade das imagens.


EQUIPAMENTOS BÁSICOS

• Tubos de raios-X, transformadores de alta-tensão, sistemas de retificação, grades anti-espalhamento, intensificadores de imagem, câmeras de vídeo, sistemas de televisão;

• Filmes radiográficos, écrans, processadoras de filmes;

• Sensitômetros, densitômetros, medidores de kVp e tempo de exposição, etc.


FLUOROSCOPIA E TÉCNICAS ASSOCIADAS

• Intensificadores de imagens;
• Sistemas de vídeo;
• Sistemas ópticos e câmeras;
• Técnicas de subtração;
• Contrastes.


OUTROS SISTEMAS DE FORMAÇÃO DE IMAGENS RADIOLÓGICAS

• Mamografia;
• Angiografia;
• Radiologia digital.


CARACTERÍSTICAS E QUALIDADE DA IMAGEM RADIOLÓGICA

• Parâmetros característicos: contraste, resolução espacial, ruído, distorções e artefatos;

• Métodos de avaliação e quantificação das características de desempenho;

• Fatores que afetam a qualidade e suas possíveis correções.


TOMOGRAFIA CONVENCIONAL E COMPUTADORIZADA

• Histórico;
• Princípios de imagens tomográficas;
• Algoritmos de reconstrução;
• Geometrias (gerações de tomógrafos);
• Sistemas de visualização;
• Dosimetria e controle de qualidade em CT.


PROTEÇÃO RADIOLÓGICA E DOSIMETRIA

• Conceitos básicos de proteção radiológica, grandezas e unidades;

• Dosimetria externa e medidas de dose, monitorações pessoal e ambiental, cálculo de barreiras;

• Segurança radiológica: sinalizações e controle de áreas, dispositivos e vestimentas de proteção;

• Normas e regulamentos: locais, nacionais e internacionais;

• A filosofia ALARA, planejamento de programa ALARA;

• Proteção radiológica nas exposições médicas.


CONTROLE DE QUALIDADE EM RADIODIAGNÓSTICO

• Controle de qualidade em radiologia diagnóstica, protocolos para análise de parâmetros radiológicos: kVp, filtração, rendimento, linearidade, coincidência de campos, contato tela-filme, etc;

• Levantamento radiométrico, medição de radiação de vazamento;

• Procedimentos de inspeção em radiologia odontológica;

• Controle de qualidade em mamografia;

• Controle de qualidade em fluoroscopia;

• Controle de qualidade em tomografia convencional e computadorizada.


PROCESSAMENTO DIGITAL DE IMAGENS

• Fundamentos da imagem digital;

• Representações e transformadas de imagens;

• Métodos básicos de processamento: redução de ruídos, realces, restauração de regiões, reconhecimento de padrões, análise de movimentos, visualização 3D;

• Aplicações clínicas;

• Sistemas de arquivamento, comunicação e gerenciamento de imagens (PACS e IMACS).


SUGESTÕES DE REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

OBSERVAÇÃO: O exame não estará necessariamente restrito a essa bibliografia.


AGÊNCIA NACIONAL DE VIGILÂNCIA SANITÁRIA. MINISTÉRIO DA SAÚDE. ALDRED, M. A. Radiodiagnóstico Médico: Segurança e Desempenho de Equipamentos. Brasília: Ministério da Saúde, 2005. (Resolução 1016/05).

BARNES, G. T. Screen Film Mammography Imaging Consideration and Medical Physics Responsibilities. Gary T. Barnes and G.Donald Frey, 1991.

BENJAMIN, T. & SHUNG, K.K. & SMITH, M.B. Principles of Medical Imaging. U.S.A, 1992.

BRUCE. H. H. Medical X-Ray Imaging Second Edition. Madison, 1991.

BUSHBERG, J. T., The essential physics of medical imaging. Second Edition, Philadelphia; London: Lippincott Williams & Wilkins, 2002.

CARROLL, Q. B. Fuchs Radiographic Exposure, Processing and Quality Control. Illionis U.S.A, Charles C. Thomas Publisher Springfield, 2003.

CURRY III, T. & DOWDEY, J. E. & MURRY Jr., R. Christensen Introduction to the Physics of Diagnostic Radiology, Ed. Third Edition. Lea & Febiger, 1984.

GOLLNICH, D. A. Basic Radiation Protection Technology, 3rd Editon. Second Printing. 1994.

GRAY, J. E. Quality Control in Diagnostic Imaging. Rochester, Minnesota, Mayo Foundation, 1983.

HAUSS, A.G. Film Processing in Medical Imaging Medical Physics. Wisconsin, Publishing Madison, 1993.

HAUSS, A.G. Advances in Film Processing Systems Technology and Quality Control in Medical Imaging, Medical Physics Publishing, 2001.

HENDEE, W. R. & RITENOUR, R. Medical Imaging Physics, 4th Edition. Mosby - Year Book Inc., 2002.

IAEA. TRS nº 457 - Dosimetry in Diagnostic Radiology: An International Code of Practice. Vienna, 2007.

ICRP. Radiation Protection and Safety in Medicine. International Commission on Radiation Protection. ICRP Publication 73. 1997.

KAUT, C. MRI Workbook for Technologist. New York, Raven Press Ltda, 1992.

NCRP Report nº 147 - Structural Shielding Design for Medical X-Ray Imaging Facilities. USA, 2004.

NUDELMAN, S. & PATTON, D. D. Imaging for Medicine. Vol. 1 Nuclear Medicine, Ultrasonics, and Thermography. New York, Plenum Press, 1980.

PARKER J.A. Image Reconstruction in Radiology. Boca Raton, Florida, 1990.

SMITH, H-J, & RANALLO, F.N. A Non-Mathematical Approach to Basic MRI. Madison, Medical Physics Publishing, 1989.

SPRAWLS, P. Principles of Radiography for Technologists. Aspen Publishers Inc., 1990.

SVS/MS. Diretrizes de Proteção Radiológica em Radiodiagnóstico Médico e Odontológico. Secretaria de Vigilância Sanitária do Ministério da Saúde. Portaria 453. 1998.

WEBB, S. ed. The Physics of Medical Imaging. Bristol, IOP, 1995.

WELLS,P. N.T. Advances in Ultrasound Techniques and Instrumentation. U.S.A, 1993.

WOLBARST, A. B. Physics of Radiology. Wisconsin, Medical Physics Publishing, 2005.

WOLBARST, A. B., & MOSSMAN, K. L., & HENDEE, W. R. Advances in Medical Physics. Wisconsin, Medical Physics Publishing, 2008.

WEBMAIL
 
 
Dúvidas?
Esqueceu sua senha?
 
PATROCINADORES
 
ANUNCIE AQUI
 
NOVIDADES
 
 
Cadastre-se gratuitamente e fique por dentro das novidades da ABFM
 
 
 
ABFM - ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE FÍSICA MÉDICA - CNPJ 02.091.077/0001-40 - CAIXA POSTAL 6706 | CEP 90610970 | PORTO ALEGRE | RS